quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Paixão



delírio


Paixão é um calor ardente que mesmo estando no inverno não muda sua temperatura, ela acomete a quase todos os seres vivos e, depois de um banho de amor a temperatura volta ao seu natural. A paixão não é amor, pois amor pode durar uma eternidade e paixão, dependendo do caso menos de três minutos.


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Ser feliz



maravilha

Eu queria que todas as crianças do mundo pudessem ter a minha serenidade, que é abrir a porta e ver o dia nascer me dando bom dia, aí seria feliz.


segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O alvorecer



Moro no campo e todos os dias acordo cedo para ver o alvorecer, da uma energia inigualável. Começo, então, a soprar algumas flores, nisso minha mãe me chama para o café. Despeço-me do alvorecer e lhe digo: perto da noite, volto para vê-lo transformado em pôr do sol.
O sol tem dois picos deslumbrantes: o alvorecer que é o acordar para a vida e o pôr do sol é nosso descanso. Os dois nos trazem lindos sonhos, pego minha caneta e rabisco alguns versos e é por isso que me chamam de menina poetisa, eu respondo: quem sabe um dia...


domingo, 27 de setembro de 2015

Eu desejo...2 meses de blog


Eu desejo a todos os enamorados uma tempestade de amor, trovoadas de paixões, um alagamento de trabalho, fortes relampejos de saúde para que possam educar seus filhos no caminho do bem e em boas escolas, mas façam uma boa poupança para quando ficarem velhos não precisarem esmolar do governo o que lhes seriam de direito.


sábado, 26 de setembro de 2015

O pôr do sol



Quando surge o pôr do sol eu me entristeço, pois ele parece cansado da Terra iluminar, numa luta constante, dia após dia lá está ele a nos encantar.


sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Atalhos da vida


atalhos

Cansei de caminhar por atalhos à procura d'um amor que me fizesse mulher feliz. Rodei o mundo, tudo era superficial e na volta pelo mesmo caminho encontrei Zeca, meu amigo de infância deitado no meio do verde da natureza bela, cochilando. Meu coração começou a palpitar e me agachei perto dele, me agarrou e me deu um longo beijo. Fiquei pasma, sem palavras.


quinta-feira, 24 de setembro de 2015

A mendiga



Às vezes, sinto um vazio no peito, uma doída solidão sem amor. De uma jovem triste virei então uma mendiga de um amor que me desse alegria de viver, um belo sorriso e um abraço apertadinho dizendo com carinho: acabou sua solidão, venha comigo selar um beijo de amor.


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Aprendi na primavera



Velhos tempos, antigas primaveras que não olvido jamais, o campo ficava "cheinho" de flores na linda estação e já cedo com meu vestido rosa queria saudar o campo florido, dançando só para as flores, elas sorriam, peguei algumas flores lindas e viçosas para enfeitar a sala dentro de um vaso com água. Depois de três dias elas morreram, foi então que percebi que a terra era sua mãe, aí chorei.


terça-feira, 22 de setembro de 2015

Alucinações



Não sei se em sonhos ou rápidos devaneios, a tua imagem são meus anseios, talvez apenas alucinações e na minha insanidade sinto teu toque, o teu beijo. Acordo tu já baixaste tumba e nesse meu desespero arde o meu amargor.


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

A escolha


Amor

O homem para conseguir o amor de uma mulher tem que esperar que ela desperte, já a mulher pode chegar até o fim da imaginação, transpor os céus e de lá o escolher se assim o desejar.


domingo, 20 de setembro de 2015

Meus dois amigos



A vida é uma escola e nela se aprende a viver, com o passar dos anos sabemos quem nos quer bem. São somente duas pessoas nossos únicos amigos: nossos pais, que quando somos jovens  os chamamos de velhos ultrapassados.


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

E agora?


vazio

É, a vida não é feita só de "glamour", temos as decepções que fere nosso coração, mas sempre há uma solução milagrosa que nos faz crer que uma mão está sempre estendida ao nosso lado e fazemos questão de não a ver e, assim vamos sempre comendo " pastel de vento ".

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

O choro das ondas do mar



Meu coração palpita de dor ao ouvir o choro das ondas do mar. É uma solidão que nos abraça num mesmo sentimento.
Vocês não me assustam, por isso que estou a lhes fazer companhia e me fazem o mesmo. Hoje até a lua nos abandonou. Que pena! Queria ver as estrelas.Vou para a nossa bela casa.
E abraçando as chorosas ondas do mar, afundou.


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A inteligência




O homem que nasce inteligente safa-se de qualquer problema que a vida lhe impõe e, se ele tiver um berço que lhe dê boas oportunidades de estudos, as portas do sucesso se abrirão com muita facilidade, tudo vai depender dos ambientes em que frequenta e digo que já vi muitos gênios arrastando seus farrapos em qualquer beco da cidade.


terça-feira, 15 de setembro de 2015

Livros para sonhar


livros

Adoro ler, às vezes, três livros de cada vez. Uma bela confusão fazia e, num dia com o céu azul e muitas nuvens estava sentada no sofá lendo um livro e de repente algo me puxou pela janela, numa mão lia um livro e os outros já lidos amarrados como bexigas. Cada lugar que voava soltava um livro e quando cheguei em casa, satisfeita depois de devorar um livro, deitada no sofá, lembrei-me que fora sonho, peguei alguns livros e fui distribuir numa favela perto de casa.


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Meus "ais"



Mamãe: tenha paciência comigo, não pragueje a Deus, cuida de mim; estou doente, preciso de você e está sempre a reclamar que dou trabalho, que tem que me banhar, não tenho forças para comer sozinha. Sabe por quê? Depois que eu morrer não adianta chorar os meus "ais".


domingo, 13 de setembro de 2015

A inveja


centerblog

A inveja é um adjetivo tão estúpido que vira veneno que vai consumindo com as células do invejoso até a sua queda num mundo de loucura, sendo tão devastadora que precisa com urgência de um tratamento médico.


sábado, 12 de setembro de 2015

Criança e natureza



Crie seu filho em comunhão com a natureza, mesmo dentro de casa ou um pequeno jardim, pois as crianças que moram no campo no meio do verde, cuidando e conversando com suas plantinhas, flores, verduras, leguminosas e animais são mais atentas, disciplinadas na escola, elas têm um amor incondicional a si próprias, a família, as pessoas, animais e são muito curiosas no saber.


sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Meire, a mulher sensual



Meire é mulher sensual, ela tem um olhar carismático, seu sorriso é malicioso, veste-se com ousadia para deixar os homens loucos de paixão. Foi uma estratégia que usou para conquistar seu grande amor e aos poucos foi se tornando a mulher dos sonhos da sua conquista: tranquila, meiga e amorosa.


quinta-feira, 10 de setembro de 2015

O descanso da beleza



A mulher bela veio buscar na natureza o cheiro do mato, deitada no capim que massageia o seu interior, o qual sem ele, sua pele se esvai na amargura do seu dia a dia e, ainda nada melhor do que ser agraciada pelo vento que bate no capim verdinho e enche seus pulmões de alegrias juvenis.


quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Maldade humana



Já vivi demais e chega uma época que a maldade machuca o coração, juro que preferia estar n'outro plano só para não ver o coração do homem virar uma rocha, dando exemplos às crianças puras que ao crescerem beberão da sua maldade.



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Que Deus permita!




Que Deus permita que as crianças do mundo possam todos os anos sorrir à primavera, conversar com as flores que emanam o perfume no ar e que todos esses carinhos cheguem às crianças que sofrem sem comida, carinho e amor.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

( TRECHO): A VERDADEIRA HISTÓRIA DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL


D.Pedro I

Em 1822 D. Pedro anunciou eleições para uma Assembléia Constituinte, que formaria a constituição do Brasil.
No mesmo ano ele proclamou a independência e se tornou D. Pedro I.
Na realidade foi feito um acordo para essa independência, sendo que o Brasil teve que pagar dois milhões de libras esterlinas como indenização para Portugal e seu filho foi coroado D. Pedro I, o primeiro governante do novo Estado Nacional chamado Brasil, única monarquia das Américas.
Curiosidade: o Brasil não tinha dinheiro para pagar essa indenização. A Inglaterra pagou a quantia acordada com Portugal e o Brasil nasce com uma dívida com a Inglaterra. Isso fará o Brasil ter sérios problemas em sua economia devido o imperialismo britânico. (Prof. Yuri Almeida)


Ao clicar em D.Pedro I vão ao último capítulo:
Em 1822...

domingo, 6 de setembro de 2015

Sonhei contigo



Essa noite queria que não acabasse: sonhei contigo. Estávamos num campo florido, o amarelo predominava as flores e nossos vestuários, tu me rodopiaste e sorríamos até cairmos no meio das flores e me beijaste. Sorria esbaforida. Nisso, meu marido me acordou e disse: Estás louca mulher? Vais acordar os vizinhos.
Levantei - me ainda sorrindo baixinho, de repente chorei esse lindo amor que foi embora e nunca mais voltou.
Por uns instantes, como num relance, vi teu rosto lindo. Onde estarás? Morreste?


sábado, 5 de setembro de 2015

Gostar d'um "tiquinho"



tiquinho

Oi querido, você não gosta nem um "tiquinho" de mim? Fica só a me olhar e não diz nada, já estou cansada desse olhar de peixe morto e o amado responde: amor a gente não fala: sente. Deu um forte beijo nela e disse: quer mais um "tiquinho"? Ela o abraçou.