segunda-feira, 9 de maio de 2016

A dor física



A dor física parece insuportável, umas passam e outras persistem a nos incomodar, mas nada se iguala a dor da alma, essa ainda não inventaram nenhum antídoto que curasse essa dor que machuca o coração.

18 Comentários:

Às 9 de maio de 2016 07:33 , Blogger ✿ chica disse...

Triste essa dor, há que acalmá-la! Linda semana! bjs, chica

 
Às 9 de maio de 2016 07:33 , Blogger Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Não há mesmo nada que cure a dor da alma.
A física ainda temos os médicos que possam nos socorrer,mas a da alma,só nós mesmos.
Lindo Dorli.
Bjs e uma ótima semana.
cARMEN lÚCIA.

 
Às 9 de maio de 2016 07:39 , Blogger Crocheteando...momentos! disse...

Uma verdade bem cruel!
Há que superar essa dor de alma...bj!

 
Às 9 de maio de 2016 08:48 , Blogger Rosa Mattos disse...

Realmente. E quando isso acontece o corpo todo padece.

Inventaram o chocolate, a música, as livros..., que nos ajudam, mas nunca o suficiente se a dor da alma for grande demais.

Beijos, Dorli. Boa semana pra ti.

 
Às 9 de maio de 2016 08:55 , Blogger Ghost e Bindi disse...

Muitas vezes, a dor da alma é duplicada, pois pode nascer do mal que fizemos ao outro e assim, também a nós mesmos. O remorso, a tristeza, a saudade, nos arrastam para baixo e mesmo com a saúde perfeita do corpo, podem atirar uma pessoa à cama. O amor e a amizade, o carinho de quem nos cerca, são os únicos bálsamos para essas dores.
Um abraço!
Bíndi e Ghost

 
Às 9 de maio de 2016 09:48 , Blogger Mariangela do lago vieira disse...

Verdade amiga, para esta ainda não inventaram!
Uma ótima semana. beijos!
Mariangela

 
Às 9 de maio de 2016 09:49 , Blogger Nequéren Reis disse...

Amiga a pura verdade essa dor é sem limite, tenha uma semana Vitoriosa.
Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

 
Às 9 de maio de 2016 10:01 , Blogger Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Na dor física sempre aprendemos um modo de a suportar. A dor espiritual e moral, dói sem remédio (que não seja a aceitação) que lhe possa valer.
Daí a expressão:"valha-nos Deus!"

Beijo
SOL

 
Às 9 de maio de 2016 10:57 , Blogger Anete disse...

Dor na alma é a mais forte e complexa... Só Deus para curá-la perfeitamente!
Bonito miniconto, Dorli.
Bjs

 
Às 9 de maio de 2016 11:02 , Blogger Elvira Carvalho disse...

É verdade amiga, a dor da alma não tem analgésico que tire.
Parabéns pelo blogue.
Está lindo.
Um abraço e uma boa semana

 
Às 9 de maio de 2016 11:40 , Blogger Ivone disse...

Amiga Dorli, toda dor é ruim, há a física que de tão forte repercute na alma, aí esta perde a coragem e o amor à vida!
Abraços apertados, mas creia, para todas as dores há cura!

 
Às 9 de maio de 2016 12:36 , Blogger Dorli Ramos disse...

Oi Ivone, não tinha pensado nisso.
Pensando bem você tem toda a razão, pois as maiorias das dores fortes repercutem na alma.
Êta mulher inteligente
Beijos
Minicontista2

 
Às 9 de maio de 2016 13:17 , Blogger Ivone disse...

É isso minha amiga, faça de tudo para melhorar das suas dores físicas, espero que fique bem, que se cure rapidamente para fortalecer sua alma/espirito!
Abraços bem apertados!

 
Às 9 de maio de 2016 14:22 , Blogger Lucimar da Silva Moreira disse...

Dormi a dor da alma é mais complicada, bjs.

 
Às 9 de maio de 2016 14:33 , Blogger Cidália Ferreira disse...

Adorei!
Tal como adorei o novo visual!

Beijos de boa noite

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

 
Às 9 de maio de 2016 15:36 , Blogger Edumanes disse...

Suportá-la é o remédio!
se outro para a cura não há
todas as dores são inferno
que só no fim da vida acabará?

Boa noite e bons sonhos sem dores,
desejo eu, um beijo.
Eduardo.

 
Às 9 de maio de 2016 20:44 , Blogger Sara com Cafe disse...

abraço profundo. que tudo fique bem....!

 
Às 10 de maio de 2016 04:39 , Blogger Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Dorli... antes de serem físicas as dores vem descendo seus degraus, do espirito para baixo.. que possamos cuidar bem do crer para nada em nós doer.. bjs

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial