quarta-feira, 6 de julho de 2016

Tudo está muito mal


                                                                        arroz e feijão

Chega de hipocrisia
Que a vida está uma maravilha
Não  precisa academia
Estão roubando nossa vida

A solidão dos mercados
 Arroz e feijão tá difícil comprar
Se continuar essa crise
Vamos morrer na esquina

Pros coronéis tá tudo bem
Caviar nas suas mesas sorri
Arroz e feijão sem o "zoiudo"
Compra-se fiado no bar do Zé

Felizes os que podem andar
Pra noite roubar um feixe de cana
Para enganar o triste estômago
Dos filhos a chorar a fome

8 comentários:

  1. A coisa anda difícil mesmo e quem ainda pode escolher o que comer deve ao alto agradecer! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Dorli
    Tem razão eu cansei um pouco e parece que as ideias secaram.
    Desejo que a operação corra bem e que recupere rápido.
    Beijinhos nossos.
    Aqui são quatro e trinta da manhã. Acordei e vim aqui.

    Esta realidade da fome é muito grave. Os que governam governam mal e anda todo o mundo a roubar.

    ResponderExcluir
  3. Lindo e complexo. No bom sentido.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Dorli nunca estivemos nessa situação.
    Estamos perdidos com toda essa inflação,tenho muita pena daqueles que estão desempregados o que aliás são muitos,pois estão passando fome pelo alto custo de vida.
    Lindo texto.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. El equilibrio de la abundancia no reina en todos los lugares.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  6. Está mesmo, Dorli.

    Mas vamos em frente, de mãos dadas, porque estamos todos no mesmo barco, afinal. =)


    ResponderExcluir
  7. Dorli, um bom fim de semana!
    A situação tá mesmo difícil... Um texto que expressa uma realidade lamentável!
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. A Poesia tem o "dever" de gritar, bem alto, a injustiça reinante. executas, muito bem, a função, através desta Poesia.



    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir