quarta-feira, 27 de julho de 2016

Um olhar


um olhar

Nado no seu olhar azulado, o mar enciumado fica de mim, não me importa as águas do mar, pois me abraço nos seus cabelos encaracolados e roço meu rosto no seu.
Suas sobrancelhas  são as ondas que me deito a nadar, sua boca roço a minha na sua e um longo beijo acontece.Mas, o mais me encantou foi esse olhar sem vergonha que estremeceu meu corpo todo e, nesse instante me pegou no colo entramos pelo oceano e nos amamos no vaivém das ondas quando a lua adormeceu.
Dormimos na praia abraçadinhos trocando beijinhos de amor. De repente alguém grita; Acorda Renata, a escola a espera. Pena que foi só um sonho, mas valeu a pena.