segunda-feira, 3 de outubro de 2016

A jovem e a flor





Meire achou uma rosa no chão,
pegou-a e foi sentir seu perfume, cheirou. 
Ela sabia que a linda rosa ia morrer
Levou-a pra casa colocou-a num vasinho
Com água cristalina, parece estar a sorrir
No outro dia a rosa deitou no vaso
A água já tinha um odor fétido
Olhou a rosa e chorou, a água estava podre
Ela morreu...Quem a assassinou?
Um malvado...



8 comentários:

  1. Coitadinha da Meire só queria ajudar a florzinha.
    Beijos e feliz semana!
    Amara

    ResponderExcluir
  2. As rosas não têm muito tempo de duração. Lindo!

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Tudo nesta vida é passageiro até a beleza de uma rosa.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  4. Pobre Meire,não sabia que as flores naturais tem pouca duração de vida.
    Ornamentam só por alguns dias.
    Bjs Dorli-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Por isso que gosto de ver as flores no jardim, lá é seu habitat!
    Quando morrerem, morrerão de velhinhas!

    Beijos, Dorli. Boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Uma rosa abandonada
    Não representa o Amor.
    Ela foi ali lançada
    Por ter sido desprezada.
    Não se mede tanta dor...


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  7. Ás rosas do jardim são lindas porque mostram mais vida. Pena que as que colocamos no jarro morrem de tristeza porque são solitárias e arrancadas.
    Beijos linda.

    ResponderExcluir
  8. ... do pó "nascemos", ao pó "voltamos"...
    Ela fez o que estava ao seu acalce mas a Mãe natureza sempre tem outros planos...
    Creio que se trata mesmo de um ciclo vicioso o nosso...
    Mas veja pelo menos ela teve o relativo prazer de ver uma beleza, sorrir...
    Beijo n´oteudoceolhar *

    ResponderExcluir