quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Férias indeterminadas.





Vou tirar férias indeterminadas
Tudo que escrevi saiu da minha mente e coração
Se escrevi algumas curiosidades
Dei os devidos créditos
Agora poesias e contos são meus
Mesmo que não tenham qualidades
Têm amor e perseverança
Não gosto de copiar o suor intelectual do outro
Isso acontece assiduamente
É um descaso com quem passou horas poetizando
E todos batem palmas
Por que? Medo da falta de comentários
Visualizações não são sinônimos de comentários
Ninguém precisa cursar a melhor Faculdade
Para discernir o que é fraude intelectual
É o maior crime que se comete as ideias alheias
Portanto, talvez transforme o indeterminado
Em tempo determinado
Feliz Natal e um ano bom
Obrigada