quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

A chuva



A chuva

A chuva caiu de repente
Estou só com medo
O vento leva a sombrinha
Choro de medo

Oi mocinha, chorona
Vamos dançar na chuva
Deitar e rolar no chão
Peguei um barco de papel

Menina se alegra
Festejou na chuva gelada
Dançou e rolou
O medo se foi

Obrigada moço
Não tenho mais medo
Pode chover a vontade
Vou me lembrar de você
 

5 comentários:

  1. Uma linda dança na chuva que acalmou a menina chorona,rs...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Dançar à chuva é muito romântico. E divertido. Nos anos de mil nove e troca o passo fazia-o muitas vezes. Hoje os ossos passam-me a fatura.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Muito fofinho esse poema Dorli.
    Repleto de ternura.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir